Ibotirama,Muquém,Cristópolis,Mansidão,Barreiras e mais 12 municipios em entendimento com o Ministério Público decidem toque de recolher no combate à COVID19

Oeste

Os gestores das cidades participantes do CONSOB, Consórcio Interfederativo de Saúde Pública da Região Oeste da Bahia, juntamente com o Ministério Público se reuniram para tratar de medidas a serem adotadas por toda a região, no combate ao avanço do coronavírus.

Juntos, os gestores municipais e representantes do Ministério Público, decidiram por instituir um toque de recolher que se iniciará às 21h todas as noites e se estenderá até às 5h da manhã seguinte. Além disso, foi acordado que por 15 dias as cidades terão a venda de bebidas alcoólicas proibida.

Em Ibotirama, o toque de recolher já estava em vigor, conforme decreto municipal, mas deveria acontecer das 22h às 5h da manhã seguinte. No entanto, dadas as circunstâncias, é perfeitamente compreensível as necessidades de alteração e de agir conforme demanda a coletividade.

O objetivo da adoção de tais medidas é controlar o avanço do coronavírus nos municípios que fazem parte da macrorregião de saúde, levando em conta principalmente os números de casos ativos e a disponibilidade de leitos no HO, hospital de referência da Região Oeste.

Angical, Baianópolis, Barreiras, Brotas de Macaúbas, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa, Mansidão, Morpará, Muquém do São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley são outras das cidades que adotaram as mesmas medidas.

Reportagem Fernando Rockfeller

Deixe sua avaliação!

Mais Notícias de Oeste